CONSIDERAÇÕES SOBRE   EDUCAÇÃO

11 de novembro de 2017

Presente surpresa

Postado em Pedacinhos de mim | | Deixe seu comentário (0 comentários)

Minha mãe já dizia que o melhor da festa, é esperar por ela.
Ao longo de minha vida, vivenciei esta crença ao organizar inúmeras festas para meus filhos, para empresas, para amigos e filhos de amigos. Fui mestre de cerimônias em uma festa de quinze anos, fiz lembrancinhas, máscaras de carnaval, fantasias, ou seja transformei minha casa num verdadeiro galpão de escola de samba várias vezes.
Seguindo esta linha de pensamento, minha filha que, pelo visto, aprendeu muito comigo em termos de marketing, está tão feliz com a escolha do presente que escolheu para mim pela passagem do meu aniversário, que não se aguentando mais, resolveu liberar spoilers. Então, uma semana antes, ela começou falando coisas como:
- tem certeza que eu vou amar o presente;
- que é algo que não poderei compartilhar com ninguém;
-que eu sequer imagino;
- que todas as amigas dela sabem;
- que algumas amigas minhas também sabem e estão ajudando;
-que ela não usará jamais pois é muito pessoal;
- que é caro, mas que ela resolveu me mimar;
E tantas outras coisas nessa linha.
Vira e mexe,  eu soltava um palpite e ela morria de rir.
Bem, ela estava super feliz e eu morrendo de medoooooo!!!#melhoresfilhosdomundo
Finalmente, chegou o dia da Revelação:

Uma life!

20023756_10213418001675306_389152589267001832_o



21 de agosto de 2017

O mundo é dos extrovertidos, certo?

Postado em Educação, Pedacinhos de mim | Tags:, , , | Deixe seu comentário (0 comentários)

extrovertido

Nem tudo são flores no reino  dos extrovertidos.

O que fazer quando aquilo que consideramos ser nossa melhor aptidão ou qualidade, parece estar nos destruindo?

Sempre achei que gostar de pessoas era meu maior atributo. Como professora e posteriormente, como diretora de marketing, saber fazer amizades e manter um bom network são dons primordiais. Entretanto,o outro lado da moeda de uma pessoa   tão comunicativa , pode revelar  alguém que tem ideias criativas, vende-as bem, mas ,muitas vezes, não  consegue tirá-las do papel  ou,  que dá início a esses projetos, todavia não dá continuidade ao processo. As festas e eventos constantes são bons, mas impedem aquela parada para organizar e planejar, levando ao insucesso e muita frustração.

Após uma palestra com uma coach, comecei a buscar um rumo que me levasse ao sucesso e à satisfação pessoal e profissional. Daí, iniciar o processo de coaching, foi O passo primordial. A proposta parece simples. E, afinal é simples. Entretanto, exige comprometimento. Se não seguir as instruções e sugestões, o coach terá o mero papel de um címbalo que soa, badala,badala, muitas vezes incessantemente e nada acontece.

Fazer o coaching, foi fundamental para me direcionar e amparar no início deste novo ciclo que se anunciava. Todavia, fica a dica: “Ficar só no campo das ideias, não resolve”. Tem que levantar da cadeira literalmente ou não e seguir em frente. Os primeiros passos são acompanhados de dor, portanto a vontade de optar pela fuga parece bem atraente e convidativa, mas o resultado é comparado a chegar em primeiro lugar numa maratona internacional, nada explica ou define…tem que ser vivido.

A cada etapa vencida, a adrenalina e a sensação de missão cumprida impelem a busca por mais, sucessivamente, um novo passo é dado. As oportunidades surgem e o ânimo constitui-se como o melhor combustível.

Às vezes, as pessoas dizem que se conhecem bem; entretanto, é bom lembrar que somos seres em constante mutação; portanto, a jornada nunca termina. A diferença é que podemos aprender a dirigir e, consequentemente, traçar nossos próprios caminhos.

Olhando para trás, parece impossível acreditar o quanto evoluí. Não se trata de um jogo de Pokemon-go, mas é uma evolução maravilhosa. É possível amar estar com pessoas e ser organizada, capaz de planejar e seguir o esquema. Acredite: há um mundo imenso te esperando do lado de fora das pokebolas.  Para evoluir é necessário duelar. Ficar quietinho, não ajuda.  Vá com Determinação, Foco e, além disso, aconselho: Faça a lição de casa que a coach passa!!

Um oferecimento:

11048654_386381421557484_1153647557018743645_n (1)

 



18 de julho de 2017

Presente surpresa

Postado em Pedacinhos de mim | Tags:, , , | Deixe seu comentário (0 comentários)

Minha mãe já dizia que o melhor da festa, é esperar por ela.
Ao longo de minha vida, vivenciei esta crença ao organizar inúmeras festas para meus filhos, para empresas, para amigos e filhos de amigos. Fui mestre de cerimônias em uma festa de quinze anos, fiz lembrancinhas, máscaras de carnaval, fantasias, ou seja transformei minha casa num verdadeiro galpão de escola de samba várias vezes.
Seguindo esta linha de pensamento, minha filha que, pelo visto, aprendeu muito comigo em termos de marketing, está tão feliz com a escolha do presente que escolheu para mim pela passagem do meu aniversário, que não se aguentando mais, resolveu liberar spoliers. Então, há uma semana, ela vai falando que:
- tem certeza que eu vou amar o presente;
- que é algo que não poderei compartilhar com ninguém;
-que eu sequer imagino;
- que toda as amigas dela sabem;
- que algumas amigas minhas também sabem e estão ajudando;
-que ela não usará jamais pois é muito pessoal;
- que é caro, mas que ela resolveu me mimar;
E tantas outras coisas nessa linha.
Vira e mexe, solto um palpite e ela morre de rir.
Bem, ela está super feliz e eu morrendo de medoooooo!!!#melhoresfilhosdomundo
Finalmente, chegou o dia da Revelação:

Uma Life!!! A pulseira da Vida

20023756_10213418001675306_389152589267001832_o



19 de setembro de 2016

Minha vida de mãe de intercâmbio

Postado em Crônicas e Histórias, Destaque, Pedacinhos de mim | Tags:, , , | Deixe seu comentário (0 comentários)

13754564_1470572799635253_2134605786178809080_nQuando esta aventura começou, eu pensei que não conseguiria sobreviver a este ano. Ficar um ano longe do meu filho parecia impensável. Imaginei que sucumbiria em dois meses. Por que um ano? Seis meses seriam mais que suficientes. Ledo engano. Começo a achar que o período deveria ser de dois anos. Acredite em mim, mudei de ideia.

Após meses de documentos, planilhas, testes, entrevistas, o dia da partida chegou.

( veja: http://www.consideracoessobreeducacao.com.br/tecnica-para-nao-chorar-no-aeroporto/ )

Sempre sonhei com uma família grande. Eu era ainda adolescente já me imaginava com quatro filhos, queria uma mesa cheia de gente. Acabei tendo apenas dois, mas o programa de intercâmbio trouxe-me mais filhos. Oficialmente, recebi em minha casa um alemão, um mexicano e duas francesas. Mas, na verdade, meus fins de semana eram repletos de hóspedes fixos e eventuais. Hospedei intercambistas vindos dos mais variados países e distritos: turcos, mexicanos,italianos, tchecos, americanos, dinamarqueses, belgas.. Os vizinhos e amigos diziam que a ONU se reunia em casa.

O objetivo do Programa de Intercâmbio foi plenamente atingido, aprendemos a compreender a cultura de outros países e almejar a Paz no mundo pois criamos laços permanentes em todas as partes do mundo.

Enquanto nossos filhos biológicos estavam em intercâmbio, nós, mães, também vivemos o nosso intercâmbio, inclusive de filhos com o troca-troca de famílias hospedeiras. Definitivamente, foi um ano para aprender que as despedidas fazem parte da vida. Mas, também, criamos laços de amizade no Brasil e no exterior para toda a vida.



9 de maio de 2016

Saudades de mãe

Postado em Pedacinhos de mim | Tags:, , | Deixe seu comentário (0 comentários)

Mãe, a gente nunca esquece…aquele braço que cura e afaga a alma……o suco de laranja na cama porque cura a ressaca pós balada…ah e as roupas..sabia passar como ninguém..costurar então, veloz e perfeita como num passe mágica…é, minha mãe tinha poderes mágicos. adivinhava meus medos, minhas vontades e me impulsionava para arriscar. Fazia um pudim de leite condensado que nós amávamos. E a torta de limão…hum…ímpar..o quindão….ai melhor nem lembrar…….Além disso, era só pedir – Mãe, reza por mim! E tínhamos a certeza que tudo daria certo…- Acende uma vela, Mãe! E ela se punha a rezar. Aos domingos, às vezes, ainda sinto o cheiro daquele frango com batatas e a macarronada com farofa…Sinto saudades de contar histórias, fazer planos, sonhar com o futuro…rever o passado…riamos tanto ..tanto até chorar…Ainda ouço o som da máquina de costura fazendo uma roupa nova pra eu usar na mesma noite….Ela exigia muito..nota boa não servia..tinha que ser Dez! Horário marcado ..horário cumprido..Porém, ela se doava muito também. Sentava na beirada da minha cama e ouvia as histórias do que tinha acontecido nas festas e discos…ouvia todas as fofocas..ria..aconselhava..afagava meus cabelos, dava um beijo na testa e dizia boa noite..um trilhão de vezes…isso eu também faço…abria a janela do quarto pela manhã e dizia..-Tá sol..já pra praia!…entregava o copo com suco de laranja e saia dizendo –É cedo que se começa o dia! E quem dormia quando ela estava em casa? Eu lembro que eu odiava lavar louça…então ela sempre trocava comigo..ela lavava e eu limpava as janelas…a menos que eu quisesse uma roupa para aquele dia..ah aí ..o preço era lavar a louça mesmo..mas as mãos de fada dela ..eram ligeiras…enquanto eu lavava a louça, ela surgia com uma saia, uma blusa ou um vestido…O sacrifício valia a pena. Hoje lavo louça e nem ligo..o pior é que nem ganho roupa nova…rs..quando passo roupa ou tenho que costurar algo..rezo pra minha mãezinha…quem sabe de onde ela está, consegue me iluminar..e eu faço alguma coisa certa..às vezes, penso.- Será que ela me acharia uma boa mãe? Ela dizia que eu tinha um dom..o dom de fazer as pessoas felizes..ah e dizia que eu era muito esforçada…porque inteligente ..ah esse era o meu irmão..Saudades eternas!13133225_10209236167332061_8612718852159578439_n



18 de outubro de 2015

À terra onde fores ter…

Postado em Pedacinhos de mim | Tags:, , , | Deixe seu comentário (0 comentários)

12167110_1655555621351703_1539863787_nIr em um programa de intercâmbio não é “pros fracos não”,  o processo  exige além do teste de  conhecimentos gerais e de língua,  um zilhão de documentos que por si só já é desanimador. Na verdade, acaba sendo uma grande prova. Se você conseguir cumprir todas as exigências, não há dúvida de que superará qualquer empecilho.

Nestes termos,  meu filho resolveu “enfiar o  pé na jaca”, já que é pra ir em intercâmbio, porque não Taiwan, Coreia ou Índia? Imersão total em outra cultura.  Ninguém poderá afirmar com tanta propriedade que algo não é errado, apenas bem diferente e deve ser respeitado.

Em dois meses,  as etapas vão se sucedendo: dinheiro,  locomoção , amizades, comportamento e linguagem.

Com certeza, não irão parar por aí. Somos frutos de uma programação que foi iniciada ainda no ventre materno. Por isso, é difícil vencer alguns hábitos para assumir outros. Neste caso, para ajudar no processo, uma ferramenta importante é a observação. Olhar com atenção, como se comportam, agem, fazem, respondem. Este é o olhar que a criança tem por isso aprende rapidamente, pois observa atentamente e copia os gestos, trejeitos e palavras. Observe quanto tempo uma criança fica olhando um animal numa visita ao zoológico, por exemplo. Ela se  detém nas minúcias. Com o passar dos anos, vamos perdendo essa capacidade. E, hoje em dia, com os olhos sempre voltados para a tela perdemos mais ainda essa capacidade. Paralelamente, para contribuir ainda mais com essa desatenção aos detalhes que nos cercam, não há mais predadores prontos para nos atacar e nosso sistema cerebral primitivo está sendo modificado.

Após dois meses num outro país, o mínimo necessário para sobreviver já está internalizado, mas resta  torná-lo um hábito  e apreender as minúcias, pois a jornada está só começando. Uma jornada muito além de conhecer outros povos, trata-se de mergulhar para dentro de si mesmo rumo ao auto-conhecimento. Descobrir o que é característica sua ou de seu país, o que me leva a agir assim, porquê faço assim, e se é possível também fazer de outro jeito.

Quando você vem de uma família com uma mãe latina super atenciosa, carinhosa  e prestativa, pode ser o grito de independência ou o desespero. Será a hora  de aprender a sobreviver sozinho. O mais importante é manter a mente e o coração abertos para o novo sem julgamentos e acreditar que tudo dará certo, não importando o quanto pareça fadado ao fracasso.

Para encerrar, lembro-me de um provérbio português recitado constantemente por minha mãe para nos ensinar a importância do observar, aceitar e imitar: “À terra onde fores ter, faze o que vires fazer”. Assim, como imigrante, minha mãe falava de cátedra, com a experiência de quem viveu, sofreu, venceu e aprendeu.

 



11 de outubro de 2015

Nem certo, nem errado. Apenas diferente.

Postado em Pedacinhos de mim | Tags:, , , | Deixe seu comentário (0 comentários)

Uma mariposa apareceu em minha casa..como assim?  Materializou-se do nada na porta de entrada de meu apartamento!!! Pior que a minha casa é praticamente um hostel..tá sempre cheia de amigos vindo, saindo, fazendo refeições ou dormindo…mas lei de Murphy..hoje não tinha ninguém…..Socorroooooooo!

Aqueles olhos enoooormes  nas asas, as cores escuras..aterrador… ela me encarando e eu a encarando..clamo pela ajuda da minha filha que a acha uma fofa!! E ainda diz: “Mãe, você que não se acha preconceituosa, e  está agindo assim só porque ela  é escura..se fosse colorida, ia achar linda e até considerar símbolo de bom prenúncio!”

Será???? Me pus a refletir. Será que esse meu medo e esta inquietação é na verdade preconceito??

Tiro foto e ela nem se mexe. Acho até que gostou de ser estrela. Tirei mais uma com flash e ela nem se mexeu…deve estar acostumada com paparazzis.

Ainda bem que sempre há alguma alma piedosa para me ajudar na hora do desespero. Deus não me abandona e meu pai a apanha com um guardanapo e a deixa voar pela janela.

Mais tarde, mostro a foto do monstro horrendo que adentrou à minha casa sem permissão nem cerimônia e minha amiga imediatamente brada:”Que linda!” Quando contra-argumento que é assustadora, ela ri e  nega. Até amplia a foto para ver melhor e a admira. Uma outra  amiga nada solidária a mim, também reforça a ideia dizendo que é sinal de boas notícias.

Volto para casa, conto para minha filha e ela insiste que  se fosse colorida, eu até já teria feito uma postagem no meu blog sobre ela.

Está bem, vocês venceram. Aprenderei a não temer. Como dizia meu filho Leo, nem certo nem errado. Apenas diferente. Desta maneira, precisamos aprender  a não julgar e  simplesmente respeitar e acolher.

Espero não sonhar com ela. Diferente e assustadora para mim como era para minha mãe. Somos fruto de nossa história e de anos de programação.

Voe borboleta!!Seja feliz! Só para constar, está no meu blog, ok Mariana?12079606_10207680073550689_7521914068587371917_n



1 de outubro de 2015

Cruzes

Postado em Pedacinhos de mim | Tags:, , , | Deixe seu comentário (0 comentários)

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dia li uma história em que um fiel pediu a Deus para trocar a cruz dele porque era muito pesada. Deus permitiu e deixou que ele escolhesse outra. Entrou num galpão e encontrou muitas cruzes por lá..foi olhando  e observando o tamanho e dimensões de várias e ficando assombrado…até que achou num canto uma bem menor e resolveu ficar com ela. Era  tão menor que ele percebeu que poderia levá-la debaixo de um braço. Ao dizer isso para o anjo,  recebeu a permissão para a troca e a  recomendação de verificar do outro lado da cruz a quem ela pertencia. E, pra sua surpresa, descobriu que era a sua. Sua cruz era a menor de todas!!!!!!

Por isso, uso cruzes como bijuterias. Elas, em seus mais variados materiais e tamanhos, me lembram, além da minha Fé, que  há piores – bem mais difíceis e pesadas. Às vezes, falo para Deus que Ele erra a mão comigo e feio!!! Mas, após um período negro, percebo que tudo  tinha um motivo maior.

Assim, como Jesus, teve alguns poucos mas importantes amigos que o incentivaram, limparam o rosto e rezaram por Ele  em seu calvário, também conto sempre com amigos e pessoas  em meu caminho que me incentivam, torcem por mim, choram junto e, às vezes, me ajudam a carregá-la ou, em outras, apoiam-se tornando-a mais pesada. Alguns também usam de escárnio ou pouco caso, entregando-me  fel, vinagre ou ferindo-me. Entretanto, tudo isso só me fortalece.

Sempre disse aos meus filhos que aquele que nunca caiu, ou não viveu ou não tem boa memória. Cair e levantar fazem parte da vida. O importante é o que aprendemos com isso.

Sei que toda esta fase passará e serei uma pessoa melhor, mais madura e com histórias para contar. Como diz minha filha, temos que ter um repertório recheado de histórias para contar para os netos. E conteúdo não faltará para esta família maluquinha  com escolhas estranhas e inusitadas, mas ricas em risadas e oportunidades.

 

 

 



26 de janeiro de 2015

Contas…tantas coisas pra contar!

Postado em Pedacinhos de mim | Tags:, , , , , | Deixe seu comentário (0 comentários)

vivoAcredito que nada acontece por acaso. Tudo é aprendizado. Nesta linha, comecei a buscar porque meu pai se irritava tanto ao receber as contas. Primeiramente, ele lê as contas como cartas endereçadas a ele logo, todo aquele palavrório: Pagar preferencialmente no Banco….Sujeito à multa no valor de…..O fornecimento poderá ser suspenso caso..” ,ele interpreta como sendo especificamente para ele. Todo dia, na minha hora do almoço, lá vem o rosário de impropérios contra a CPFL, o Plano da Saúde, a Vivo e todas as outras. Por mais que eu explique que é um texto padrão e não foi escrito para ele, que ele não se enquadra naquela situação, ele continua bravo e vendo tudo como algo pessoal. Dia após dia, eu finjo ler as contas/ cartas, comento, explico e sei que ele retornará ao assunto novamente bravo e nervoso.

Até que recentemente, lendo os textos de um curso que estou fazendo começo a generalizar e ver como um texto pode parecer tão simples e padrão para uns e tão intimidador e agressivo para outros. Tudo depende de como você está naquele momento. A leitura através dos seus filtros é capaz de modificar o texto escrito por mais básico e padrão que ele pareça.

Há, além dos elementos objetivos, toda uma gama de subjetividade capaz de turvar até o mais simples dos recados.

Uma vez, deixei um recado assim na geladeira para minha empregada:

Bom dia!

Favor fazer strogonoff para o almoço. Vou trabalhar. Quando eu voltar, conversamos.

Anna

Parece simples, direto e objetivo? Nem tanto, ao chegar em casa, minha empregada estava morrendo de medo acreditando que aquele “ conversamos” era alguma coisa errada que ela tinha feito, enquanto minha intenção foi apenas ser gentil e dizer que logo poderíamos tecer um dedinho de prosa.

É, como dizia Guimarães Rosa, viver é muito perigoso.

 

 

 



24 de janeiro de 2015

Curso de extensão

Postado em Pedacinhos de mim | Tags:, , | Deixe seu comentário (0 comentários)

IMG_1187Você já teve a oportunidade de ver Sex and the city ou alguma série que descreva as aventuras e desventuras de um grupo de amigas? Pois é. Eu vivi essa aventura. E posso assegura-lhe que é inesquecível.

Descobri um curso que parecia ser o que eu precisava para alavancar o meu currículo. Então, disparei diversos e-mails convidando amigos e amigas para enfrentar comigo esta empreitada; entretanto, muitos são chamados mas poucos são escolhidos!” E, lá fomos nós, em quatro mulheres investir do próprio bolso num curso carésimo. Fiz várias contas, pois comprar um par de sapatos sairia bem mais barato e ainda contribuiria com o visual. Viajar nas férias, seria perfeito. Contudo como educadora, acreditei que estudar seria o melhor caminho. Pensamos, discutimos, combinamos e lá fomos fazer o curso. Cada uma com uma expectativa, um motivo e um emprego diferente.

O primeiro tema: Motivação. Poderíamos ter passado direto por ele, pois isso não nos faltava: caneta marco-texto, caderno, grupo no what´s, e muita animação. O livro chega às nossas mãos e o friozinho na barriga se instala.: – Ai meu Deus! O que eu fui inventar?!? E o pior ..eu ainda arrastei mais três comigo! Que povo louco!! Entrar nessa furada comigo!!!Onde elas estavam com a cabeça?

Bem, foi um tal de ler,sublinhar, perguntar, assistir, correr para a aula, escolher entre uma festa ou a aula, esquecer o código de acesso, perder-se dentro de um site e temer nunca mais voltar ao mundo real, escrever, re-escrever, apagar, jogar fora, gritar por socorro no what´s, no e-mail, no fórum, por telefone…e ainda era só o primeiro módulo: Motivação! A cada comentário benevolente do professor, um respiro de alívio. Ufa! Primeira avaliação e trabalhos entregues!!! Não acabou…próximo tema: Comunicação e depois Trabalho em equipe! A jornada é longa. Em meio a tudo isso, estão as sessões de auto-análise em busca do auto-conhecimento. Olhar para si mesmo, buscar os mecanismos de defesa, os ruídos na comunicação e melhorar! Definitivamente, uma experiência transmutadora. Sem exageros, crescemos profissionalmente e emocionalmente também. Por isso, este texto tem vários títulos possíveis:

 

O que um curso de extensão pode fazer por você?

Nasce uma nova mulher.

 

Ou numa versão mais modernosa:

 

As mil faces de uma nova mulher provocada pela FGV

 

Teria sido mais fácil e barato comprar uma bolsa ou sentar num barzinho para conversar. Todavia, não seria tão gratificante, duradouro e proveitoso! A cada minuto, percebemos mudanças em nossos comportamentos e maneiras de encarar o mundo profissional e pessoal que nos cerca.

Próximo módulo: Nos aguarde! Ainda temos muitas madrugadas pela frente!

 



Categorias

Tags

50 tonsA bela Adormecidaa deusa interiorA força dos quietosA lei da Afinidadea vida nua e cruaABela e a Feraabraçoação do coraçãoácarosacusaçõesAdam J. Kurtzadaptação na escolaadjetivosadministrando o tempoadmirável mundo novoadolescentesaduboaeroportoAldous HuxleyalegriaAlemanhaalfabetizaçãoAlice no país das maravilhasalimentaçãoAlsacealternativasamareloamigosamor caninoamplemannanjoanjosAnorexiaansiedadeanti-culturasAntonio ManzioneAPAEapelidosaprendendo a esquiaraprendendo a falaraprendendo alemãoaprendendo portuguêsaprender alemãoaprender idiomas.aprender inglêsaprender línguasaprender outra línguaAquarelaaromasAromaterapiaArquimedesarrumaçãoarrumarartigosAT Revistaatendimento ao telefoneatrasosatravessar a ruaatualizaçãoaula de história para criançasaula para criançasaulas de educação físicaaulas de inclusãoaulas para estrangeirossautismoavaliaçãoavaliaçõesaviãoazulbagunçabalançabalançobancosbanheiro. ida ao banheirobanho imersãobarreirasbarulhosbateriasbatonsBaváriabebêsBeethovenBela adormecidabem sucedidoBerlimBgbíbliabibliotecabilinguismoBilinguismo tv recordBilnguismoblog da Oxfordbolinho de chuvabolsaborboletabordadoBranca de neve modernabranquinhobrigaBriga entre irmãosbrincar de rodabrinquedosbruxasBulimiabullyingbuscar filho de pijamacabcabidescabrascachorrocafécafé da manhãcafé da tardecair e levantarcaixa eletrônicoCambridgecãmeras de segurançaCamõesCanyon BrasileirocapoeiraCarlos Drummond de Andradecarro erradocarro novocarro que não pegaCartacartascartõescasteloscelularcenourascérbrocérebrocertificadocervejaCésarcéucéu abertochá das cincocheiroschoque culturalchoroChristian BarbosaciclosCientistascinco sentidoscinquenta tons de cinzaclarãocoachingcoisas de mãecoisas quebrndo em casacolcha de retalhoscoleçãocomidacomo escolher uma escolacomo não esquecer das coisascompartilharcompetitividadecomplexocomprascompras coletivascompras onlinecompreender as mulheresComprometidaconcentraçãoconfraternizaçãocongressoconscienteconsistênciacontascontos de fadacontrole de pesocontrole remotoconversar com homensconvitesconvivência familiarcoordenação motoracorescorreiocorrer atráscorrupçãocortar-seCortellacozinhando em famíliacozinharcpflcrendicescriança choronacriançascrianças cristalcriando hamsterscriatividadecristalcríticacríticascrizeiroscromoterapiacrônicacrossing linesCruzeiroscruzesCrystal Symphonyculináriacurriculum vitaecurso de extensãocursoscursos extrascuttingCVdanças circularesdecorardefiniçãodeixa a vida me levarDemidepressãodesculpasdesejodesempregodesmotivaçãodespedidadesvantagens do extrovertidodia das criançasdia das mãesdiáriodias de chuvadicasdicas para estágiodificuldades de aprendizagemdiplomaDislexiaDisneyditadoDivergentedois mesesdormirDownton AbbyDRDra Ellen BialystockDra Ellen BislystockEADeconomiaeducaçãoEle simplesmente não está a fim de vocêeleiçõeselevadorElizabeth Gilbertelogioelogiosem RomaEmagreceremoçõesemojisemoticonsempregadoempregávelempregoemprestar livrosenergia negativaenfurecer um estrangeiroensinarentrada em bancosentrevistaenvelhecerenvelhecimentoEric R Kandelerrorexerroserros. MalévolaervasEscola de princesasescolas bilinguesescolas públicasescorregadorescreverEspecialistasespiritismoesquiarestação de skiestacionar no conhecimentoestudando em casaestudarestudo do meioestudosEurekaexamesexchangeexemplosexercitarexpectativa de professoresexperiênciasExperimento de Rosenthalextroversãoextrovertidofalar com meninosfalta de tempofamíliafasesfatores motivacionaisfaxinaFEIfeijãofeijoadafeijõesfelicidadefériasFernando TorquatoferrofestaFGVficando independentefichasfilho pródigofilhosfilhos crescemfilhos e filhasfilhos e trabalhofilhos oufilhos saindo de casafilosofarfilosofiafim de anofinançasflashcardsflor azulfocofomeformigasfórmulasfrases para viagemfrustraçãofrustraçõesfurãogaleriagangorragarantido e caprichosoGardnerGato de CheshireGBgeléiagenéticageografiageração nem-nemgeração Xgerações Xgestaçãogestão de pessoasgol begeGolemanGordon ShawgravidezgritosguaranáguardaGuimarães RosaGustavo Cerbasihábitoshábitos brasileiroshackerHarrodsHarry PotterHeidelbergHelen BuckleyHérculeshistóriahistória das pedrashistória em quadrinhoshistória recentehistórias de frustraçõesHofbrauhaushomenagemhora de dormirIçami TibaicebreakerimigraçãoimitaçãoimpostosimpulsoinclusãoinconscienteindigoinfânciainflaçãoInglaterrainsightinstintoInsurgenteinteligência emocionalintercâmbiointercâmbio em casaintercambistasinterdisciplinaridade.internetinvejainvestigaçãoirmãosIsaac NewtonItaimbezinhoItáliaJapãojardinagemJay AsherJeffersonianjogo de memóriajogos na educaçãojovensKidzanialanche saudávellanches escolareslaranjalatimleiituraleituralembranças da infâncialenda do porco espinholerLewis CarrollLi WEElição de casaliçõeslições para sempreLifelimiteslíngua estrangeiralinguagem de criançalinguagem familiarlínguaslivro e filmelivrosLondresLondres em um dialsaber erLuiz Alca de Sant`Annaluzes de natalM&Mmaçã azulmãemãe e filhamãesmais ou menosmalasmandalasmaniasmaquiagemMário Sérgio CortellamariposamassaMatemáticamaterial escolarmau olhadomedomedo de crescermedo de mãemedo de voarmemóriaMemorial do Holocaustomemorizarmeninos emeninasmensagens genéricasmentes criadorasMergulhomesencéfalometasmeteorosmétodo fônicométodos para aprender línguasMetrôMiamiMillennialsmiolomissão cumpridamitosmitos alimentaresmodamoedamotivando os filhosmotivating studentsmovimento escoteiroMozartmudançasmulheresmultilinguasmundo realMuniquemuromúsculosmuseuMuseu da Farmáciamúsica de fundonascerNatalnavionetflixneurologistasNeuschwansteinnighty nightninho vazioNomofobianotas baixasnotas escolaresnova escolanova línguanova ortografiaNova Yorknovos rumosnúmeroso que as mulheres queremo que queremOABobediênciaobras sociaisobrigações dos paisonlineONUOração de São Franciscoordem das coisasorganizaçãoorganização de tempoos 13 porquêsotimismooutonoovelha negraovopaispais e filhospalavraspalavras mágicaspãopapéispapo de mulherpapo modernoparábolasparquepassarinhopasseiopassos da elaboração de uma questãopassos de uma aulaPaulo CoelhoPaulo Freirepedraspenetrapensarperguntasperguntas na escolha da escolaperigospersonalidadepés de feijãopesquisasPeter Panpilares da educaçãopinoplanejamentosplanilhaplateaupoderpokemonpokemon gopolegarespontualidadepop-up dispenserPortugalpós estudosPprofissãoprancha de surfprazerprazospreconceitoprenúnciospresentepresentespresntepressaprimeiro dia de aulaprioridadesprojetoprovasprovérbio portuguêspsicólogosPuccapular corda.pulseiraquarto de adolescentesquartosQuestões do coraçãoquestões em brancoquintalranzinzarecados para uma filha; revelaçõesreceitareceitas de boloredaçãoredaçõesredes sociaisreforço positivorelacionamentosremédioresiliênciareunião de condomínioreunião de paisreunião pedagógica; Tarja Brancarevelaçõesrevisão de provaridículoritalinaRobert WongRoberto Shinyashikirodarolinho de lagostarotinarótulosruasala de esperasaudadesaudadessaúdeSavernesconesseduçãoseguradorasegurança na saída da escolaseleçãosemáforosementesSempre nas nuvenssentimentossentimentos negativosser felizsérieséries de tvsete anõesShawsilábicosimplicidadeskiarskypeslacklinesmatphonessolidariedadesonhossouvenirsSteve JobsStrasbourgsubwaysucessosuper proteçãoTaiwantamanho.bijuteriastarefa dos paistarefasTarja BrancaTDATDAHTEAtécnica para vencer o medotécnicas de aprendizagemtécnicas de despedidatécnicas de ensinotecnologiatecnologia e m sala de aulatempotempo livretempo voaTerezinha Riosterrateste de aptidãotestestexto criativotextos perdidos.The Bilingualism ReaderThe walking deadtimidezTobias BarretoTOCTony Bellottotopo da montanhatortastrabalhandotrabalho do professortrabalho em grupotrabalhos escolarestreinamentotreinamento para alegriatreinotrematributotrigotristezastudo passatvuma família grandeundergroundUnescovantagemvantagens de ser bilinguevencendo a timidezVencendo o TDAHvencer o medoventiladorverbas.verdevermelhovestibular. estudarviagemviagem a Londesviajarvidavida de mulhervideo classvinagreviolãoviolênciaviolinovirusvisãovítimavivovizinhosvoovovósWashington Olivettowhat´s appwowYY ZZ e millenium

Arquivos